Óleo de Ricino 100% Puro 250ml

Produto n.º: AD17169
Preço (sem IVA): 7,32 €
Preço (com IVA): 9,00 €
  • Fabricante/Importador: CASA DO CABELO IMP.

Óleo de Ricino 100% Puro para Aplicações na Pele e Cabelos.
Por ser demasiado Grosso, este produto deverá ser Diluiso/Misturado a um azeite 100% Vegetal para que possa ser aplicado nos Cabelos

Atenção: Este Produto não deve ser Ingerido por gestantes, pois pode induzir ao parto ou ao aborto, lactantes e pessoas com doenças intestinais graves ou com qualquer doença interna, também não devem fazer uso.

Sempre é aconselhável consultar um médico antes.

óleo de rícino é o óleo extraído das sementes da mamona (ricinus communis), uma planta bastante comum nas Florestas Tropicais do Brasil.
As sementes da mamona contém entre 40% e 50% de óleo, rico em ácido ricinoleico e, ao contrário das mesmas, não é tóxico, já que a ricina não é solúvel em óleo.

Azeite e óleo de rícino podem ser a salvação para os seus cabelos

Adeptos às receitas caseiras costumam usar óleos para hidratar o cabelo. Mas saiba que a mistura desses ingredientes forma um produto ainda melhor

Quem tem as mechas ressecadas sabe quão trabalhoso é para conseguir deixar os fios hidratados. Pessoas adeptas às receitas caseiras costumam usar óleos como o de coco ou o azeite para tentar conseguir alcançar o objetivo. Mas saiba que a mistura de dois ingredientes naturais forma um produto ainda mais poderoso.

O grande segredo é no lugar de usar o azeite isoladamente, misturar com o óleo de rícino. O produto além de hidratar e trazer o brilho e nutrição tão sonhados, também estimula o crescimento dos fios, reduz a queda de cabelo, fortalece as mechas, diminui o frizz e repara as pontas duplas.

O óleo de rícino também serve para hidratar a pele, ajudando a controlar quem sofre de acne, melhora a aparência de cicatrizes, previne estria, hidrata calcanhares ressecados e fortalece as unhas.

Mas o produto não pode ser usado de forma isolada. O óleo de rícino tem uma textura bastante grossa, sendo difícil de ser aplicado no cabelo. A espessura do produto faz com que os fios fiquem grudados nas mãos, sendo quase impossível conseguir espalhá-lo nas mechas.

Uma forma de deixá-lo mais fino é misturando-o ao azeite. Mas é muito importante que ele seja um produto 100% vegetal. Essa combinação também ajuda a potencializar os efeitos do azeite, deixando-o ainda mais potente do que quando usado isoladamente.

Quem tem cabelo oleoso pode usar óleo no cabelo?

As pessoas que têm as mechas mais oleosas costumam fugir da aplicação de qualquer tipo de óleo nas madeixas. Mas a verdade é que a mistura pode ser usada por todos os tipos de cabelo, inclusive aqueles mais oleosos.

O cabelo é oleoso por um motivo: falta de hidratação. Quando seu organismo sente que seu cabelo (ou até mesmo a pele) está pouco hidratado, você acaba produzindo mais óleo que o normal para tentar suprir essa falta.

Então, a melhor forma de evitar que seu cabelo fique oleoso é sempre hidratá-lo. Lembrando que depois de algumas hora de aplicado no cabelo, o óleo será retirado com uma lavagem normal.

Uso capilar do azeite e óleo de rícino

Primeiro, leve os dois ingredientes em partes iguais até um recipiente e misture-os. Não é necessário que seu cabelo esteja limpo na hora da aplicação do óleo. Aplique a mistura, mecha por mecha, enquanto massageia a raiz com a ponta dos dedos (isso ajuda a ativar a circulação e a estimular o crescimento dos fios).

Depois que o óleo for aplicado em todos os fios e no couro cabeludo, prenda em um coque e deixe a mistura agir por, no mínimo, 4 horas. Quando passado o tempo, lave seu cabelo com um shampoo anti resíduos. Isso irá ajudar a retirar todo o óleo do cabelo. Depois finalize como de costume.

 

Efeitos medicinais que vem desde a antiguidade

A mamona é usada medicinalmente desde o antigo Egito, pelos seus poderes antiinflamatórios e antioxidante, tendo diversas aplicações. Algumas descobertas são mais recentes, mas, o óleo de rícino foi, desde sempre, uma alternativa médica, num tempo em que a medicina ainda não havia avançado e as técnicas eram limitadas. Apesar do gosto desagradável, este óleo possui muitas propriedades terapêuticas e medicinais:

Como é considerado um excelente estimulador do sistema imunológico, em parte pela concentração de ácidos graxos, o óleo de rícino é usado, na medicina popular, no tratamento de doenças como:

  • Esclerose múltipla;
  • Paralisia cerebral;
  • Artrite e reumatismos;
  • Mal de Parkinson.

Também faz parte de tratamentos mais corriqueiros, trazendo benefícios contra:

  • queda de cabelo;
  • constipação intestinal;
  • infecções por fungos;
  • distúrbios menstruais;
  • problemas gastrointestinais;
  • acne;
  • enxaqueca;
  • queimaduras de sol;
  • inflamações.
  • Ele tem efeito laxativo, já que este óleo retém água no intestino e também causa uma espécie de irritação nas mucosas, o que provoca o esvaziamento do intestino. Este efeito sempre foi um dos mais utilizados do óleo de rícino, já que é considerado eficiente e seguro. Deve-se tomar uma colher do óleo pela manhã, pode ser misturado a sucos para disfarçar o gosto. Não é recomendado tomar por mais de três dias seguidos.
  • No tratamento das micoses, que costumam ser muito resistentes a tratamentos, o óleo tem efeito efetivo, já que sua ação antifúngica já foi comprovada.
  • A pele pode ser muito beneficiada com o óleo, já que ele tem efeito emoliente, penetra na pele hidratando-a e estimulando a produção de colágeno e elastina, prevenindo assim, rugas e linhas de expressão e também pode tratar com eficácia acne, furúnculos, verrugas, pele seca, dermatites,etc.

Precauções e contra-indicações do uso do óleo de rícino

Em primeiro lugar, o uso do óleo é desaconselhado às gestantes, pois pode induzir ao parto ou ao aborto, lactantes e pessoas com doenças intestinais graves ou com qualquer doença interna, também não devem fazer uso. Sempre é aconselhável consultar um médico antes.

Quanto à dosagem, deve-se ter cuidados também, já que, tomado em excesso, pode causar náuseas, vômito, cólicas e diarreias. A dose recomendada ao dia, fica entre meia e uma colher de chá.

O óleo pode ser comprado em casas de produtos naturais ou em farmácias.

Fonte: https://www.remedio-caseiro.com/quais-sao-os-beneficios-do-oleo-de-ricino/